RSS

Kenny Dorham Quartet – Quiet Kenny (1959)

04 mar

O texano de Fairfield foi um músico muito atuante na cena bebop da segunda metade da década de quarenta, tendo atuado na orquestra de Dizzy Gillespie em 1945 e em vários combos bebop ao lado de Fats Navarro, Bud Powell, Sonny Stitt e outros. No final da década substituiu Miles no quinteto de Charlie Parker, com quem se apresentou no Festival de Jazz de Paris. Problemas de saúde relacionados a dependência química o afastaram da música até 1954 quando substitutiu Clifford Brown no quinteto de Art Blakey, ainda com Blakey trabalhou nos Jazz Messengers e montou seu próprio combo Jazz Prophets. Em 1956 substitui novamente Clifford no quinteto de Max Roach em decorrência da morte prematura deste. Na década de sessenta enfrentou sérios problemas de saúde que novamente o afastaram da música tendo retornado à cena em 1966. Faleceu em 1972 devido a insuficiência renal aos 48 anos.
Quiet Kenny é uma gravação realizada em 1959 e conta com uma excelente seção rítmica com o pianista Tommy Flanagan, o baixista Paul Chambers e o baterista Art Taylor. Podemos ouvir um Kenny Dorham maduro musicalmente, projetando as idéias com naturalidade e abandono. Sua composição Lotus Blossom se tornou um clássico do repertório jazzístico, Blue Friday e Blue Spring Shuffle são as outras composições do líder no álbum. Um álbum com tal título não poderia dispensar as baladas e em My Ideal podemos ouvir o lirismo do trompetista de forma límpida. Old Folks tem uma interpretação muito inspirada, Alone Together em andamento lento e I Had The Craziest Dream completam o set de baladas. Um espirituoso Mack The Knife encerra a audição com solo vigoroso de Kenny Dorham e o suporte sempre perfeito do trio rítmico.
Kenny Dorham não teve o reconhecimento merecido de seu valor como artista pelo grande público, não obtendo a mesma popularidade de um Dizzy, Lee Morgan, Clifford Brown, Freddie Hubbard e etc, mas seu estilo melódico e emotivo foi reconhecido pelos músicos, gravando com Thelonious Monk, Sonny Rollins, Tadd Dameron, John Coltrane, Max Roach e até músicos de vanguarda como Cecil Taylor.
Kenny Dorham (tp) Tommy Flanagan (p) Paul Chambers (b) Art Taylor (d) Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, November 13, 1959
1- Lotus Blossom
2- My Ideal
3- Blue Friday
4- Alone Together
5- Blue Spring Shuffle
6- I Had The Caziest Dream
7- Old Folks
8- Mack The Knife
 
1 comentário

Publicado por em 4 de março de 2009 em art taylor, kenny dorham, paul chambers, tommy flanagan

 

Uma resposta para “Kenny Dorham Quartet – Quiet Kenny (1959)

  1. Anonymous

    4 de março de 2009 at 2:49 AM

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: