RSS

Charles Sullivan – Re-entry (1976)

20 mar

O trompetista Charles Sullivan conta já com 68 anos de idade, está em atividade no meio musical desde os anos sessenta e formou-se pela Manhattan School of Music. Apesar do currículo e da longa atuação profissional é um dos casos de maior desapreço por parte da indústria fonográfica e de público. Trabalhou com Lionel Hampton e Roy Haynes no fim da década de 60, teve uma curta passagem pela orquestra de Count Basie em 1970 e com o organista Lonnie Liston Smith em 71. No ano seguinte trabalhou com Sy Oliver e depois com Norman Connors. Em 73 viajou pela Europa com Dollar Brand e produziu grande música em álbuns de Sonny Fortune, Carlos Garnett, Bennie Maupin, Ricky Ford, Eddie Jefferson e Woody Shaw. No restante da década gravou alguns álbuns próprios. Apesar do currículo, Sullivan não conseguiu expandir sua audiência nem receber maior reconhecimento. Nem a técnica perfeita, nem um timbre brilhante e cristalino, nem a desenvoltura no hardbop, free, música de big bands e bebop, puderam evitar que caísse no esquecimento durante os anos 80. Em 88 McCoy Tyner o convidou para ser o primeiro trompete em sua big band, resgatando-o do ostracismo. Adotou o nome muçulmano de Kamau Adilifu e hoje em dia nenhum de seus álbuns permanece em catálogo. Bem, esta estória parece ser a de um derrotado, e poderia mesmo, não fosse a música maravilhosa que Sullivan sempre produziu em toda sua turbulenta carreira. E é essa música de alto nível que você irá encontrar nesse álbum, gravado em 1976, ao lado de grandes nomes do jazz como o pianista Kenny Barron, o saxofonista Rene McLean e a cozinha especialíssima do contrabaixista Buster Williams e da bateria de Billy Hart. Em “Re-entry” você também conhecerá o compositor de mão cheia em quatro originais de sua pena e ainda ouvirá um “Body And Soul”, onde poderá fazer seu próprio juízo sobre a técnica e a sensibilidade deste trompetista de alto gabarito.
Charles Sullivan (tp); Rene McLean (as, ts); Kenny Barron (p); Buster Williams (b); Billy Hart (d)
1- Re-entry
2- Body & Soul
3- Carefree
4- Waltz For Cricket
5- Mabe’s Way
6- Body & Soul (alternate)
7- Carefree (alternate)

Hot Beat Jazz

 

2 Respostas para “Charles Sullivan – Re-entry (1976)

  1. Anonymous

    20 de março de 2009 at 7:07 PM

     
  2. Sergio

    20 de dezembro de 2009 at 1:28 PM

    Seu Mauro, eu não estou dormindo não…rs.rs.rs… Eu tenho. E 2 álbuns: CHARLES SULLIVAN (GENESIS)CHARLES SULLIVAN (RE-ENTRY) 1976. Agora, por causa de sua lembrança vou atrás do KAMAU. Mas acho q esse está mais complicado de se achar. Se um músico tem poucos (3) discos, e eu aprecio, baixo tudo. E o KAMAU nem fez cosquinhas no soulseek (isto é, nada apareceu).Nos seus comentários, fico impressionado como conheces praticamente tudo q cito. Esqueceste apenas do Roland Dyens (Night and Day) 2003. Lembrei onde encontrei esse, no blog do Salsa. Prova só…Aproveitando o encejo: um disco q está impraticavel na rede, e pelas duas músicas q consegui baixar e a capinha completinha, fiquei muito a fins de ter, é o "Mr. AT", do Art Taylor. Se tiveres, please, faça as honras. Se não busquemos em dupla.Quanto ao Fred Hersh, esses medalhões eu fico pá morrê, se de repente aparece um nome desses que eu havia me esquecido de pesquisar.E visualise a cena: fui todo orgulhoso de minha "completa" cdeteca virtual, crente que ia achar vários álbuns, e só encontrei uma participação dele com JERRY BERGONZI & FRED HERSH TRIO. duas faixas perdidas apenas! Estou pá morrê! Corrigirei o erro agora.Vou às compras!Abraços.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: