RSS

Jack Wilson – Plays Brazilian Mancini Special Guest Tony Brazil (a.k.a Tom Jobim) (1965)

08 dez

Jack Wilson é um músico sobre o qual não se tem muitas informações, sei que atuou junto ao vibrafonista Roy Ayers na primeira metade da década de 60 e fez algumas gravações com o trompetista Clark Terry. “Plays Brazilian Mancini” foi gravado no início de 65, no auge da febre da bossa nova. Tom Jobim estava desde o final do ano anterior em Los Angeles cuidando da versão das letras de suas músicas junto a Ray Gilbert. Tom havia assinado um contrato de exclusividade com a gravadora Verve, estava envolvido com as versões e preparava “The Wonderful World Of Antonio Carlos Jobim”, disco que seria gravado com arranjos de Nelson Riddle. O baixista Tião Neto estava trabalhando com Jack Wilson juntamente com Chico Batera e quando soube que Jack estava procurando um violonista imediatamente pensou em Tom. Segundo conta Helena, irmã de Tom, na biografia escrita por ela, Tião foi até a casa de Tom e foi uma luta para convence-lo a aceitar o trabalho. Tom alegava a exclusividade exigida no contrato e Jack propôs que ele usasse um pseudônimo. Tião Neto logo inventou um: “Tony Brazil”. Assim surgiu esta bela gravação das músicas de Henri Mancini com Tom Jobim ao violão. O resto é história, deste que foi o mais refinado compositor popular brasileiro, que carregava o Brasil no pseudônimo, em seu próprio nome: Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim e nas centenas de músicas maravilhosas que compôs, segundo ele, todas inspiradas pela Mata Atlântica que cobria o país de norte a sul. Esta mente brilhante se extinguiu a exatos 15 anos atráz em 8 de dezembro de 1994. Como diria seu amigo e parceiro Vinícius de Morais; Saravá Tomzinho!
Jack Wilson – piano; Roy Ayers – vibes; Chico Batera – drums; Sebastião Neto – bass; Tony Brazil (a.k.a. Tom Jobim ) – guitar
Gravado em Los Angeles, CA, 1965
1- Blue Satin
2- Days of Wine and Roses
3- Sally’s Tomato
4- Sofitly
5- Lujon
6- Mr. Lucky
7- Brekfast At Tiffanys
8- Dear Heart
9- Night Flower
 

4 Respostas para “Jack Wilson – Plays Brazilian Mancini Special Guest Tony Brazil (a.k.a Tom Jobim) (1965)

  1. Anonymous

    8 de dezembro de 2009 at 1:05 AM

     
  2. Érico Cordeiro

    8 de dezembro de 2009 at 10:52 AM

    Muito chique esse disco (que não conhecia), Mr. Mauro!!!Tenho o The Two Sides Of Jack Wilson, com Philly Joe Jones e Leroy Vinnegar, que é excelente.E esse Tony Brazil não era mole mesmo!Abração!

     
  3. HotBeatJazz

    8 de dezembro de 2009 at 1:36 PM

    Mr. Éricoo Jack Wilson, pelo que me parece, ficou sempre na área de Los Angeles, e foi um especialista em pegar músicos de passagem por lá para participar das gravações. As referências que tenho de um trabalho mais regular dele foi com o quarteto de Clark Terry, nos anos 70, qdo Clark se mudou para a California para lecionar e ser consultor no Monterey Jazz Festival. Fiquei mto curioso com este trabalho dele com o Philly e o Leroy, este último tb um músico da California.Abraços

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: