RSS

HotBeatJazz 10′ Series – Don Byas Et Ses Rythmes – L’Inimitable 10’LP MGN 12 (1952)

09 abr

Carlos Wesley (Don) Byas, nasceu em 21 de outubro de 1912, em Muskogee, Oklahoma. Um dos maiores tenoristas do jazz, sua sonoridade vigorosa e cheia rivalizava com Coleman Hawkins. Não fosse sua opção de fixar residência na Europa, não teria sido tão esquecido e negligenciado nos EUA. Contemporâneo de Lester Young, Ben Webster e outros grandes nomes do instrumento, Byas começou a se destacar na orquestra de Lionel Hampton, em 1935. Em 36 integra o combo de Buck Clayton, em seguida as bandas de Don Redman, Lucky Millinder e Andy Kirk. De 1941 à 43, ocupa uma estante na orquestra de Count Basie. Com seu estilo completamente calcado no swing, Byas, tal qual Coleman Hawkins, era um músico que olhava para a frente, sendo um dos primeiros a reconhecer a validade e a qualidade dos novos talentos do bebop que surgiam na década de 40. Costumava participar de jams no Minton’s Playhouse, e era fácil encontra-lo atuando pela rua 52 ao lado de nomes, então desconhecidos, como Dizzy Gillespie. Participou das primeiras gravações do nascente estilo bebop em 1945 para logo após, viajar com a orquestra Don Redman para a Europa, de onde não mais retornaria. Satisfeito com a relação de respeito e reconhecimento que usufruia no velho continente, Byas engrossou a legião de músicos de jazz que se auto-exilaram na Europa. Viveu na França, Holanda e Dinamarca, participou dos principais festivais de jazz do continente, e foi atuante com vários músicos americanos que chegavam a Europa em turnées.

 

L’Inimitable, foi gravado em Paris, em duas sessões distintas. A primeira, em julho de 1950, em quinteto com músicos franceses e o pianista Art Simmons. São desta data: It’s the Talk Of The Town e A Pretty Girl Is Like A Melody, temas que fecham o álbum.

 

Da segunda data, realizada em abril de 1952, são as seis faixas restantes. Byas, atuou em um quarteto formado por músicos americanos: novamente Art Simmons ao piano, Joe Benjamim no contrabaixo, e Bill Clark na bateria. As interpretações mostram o quanto sua maneira de tocar o saxofone estava vigorosa, apesar de um tanto old fashion.

 

Don Byas faleceu em 24 de agosto de 1972, em Amsterdan, literalmente esquecido em sua terra natal, porém respeitado e dignificado na Europa, tal qual aconteceria com um grande número de jazzistas.
Don Byas (ts) Art Simmons (p) Jean-Jacques Tilche (g) Roger Grasset (b) Claude Marty (d)
Paris, France, July 4, 1950*

 

Don Byas (ts) Art Simmons (p) Joe Benjamin (b) Bill Clark (d)
Paris, France, April 10, 1952

 

1- Laura
2- Somebody Loves Me
3- Old Folks At Home
4- Riviera Blues (Blues à la Don)
5- Smoke Gets In Your Eyes
6- I Cover the Waterfront
7- It’s the Talk Of the Town*
8- A Pretty Girl Is Like a Melody*

 

 

8 Respostas para “HotBeatJazz 10′ Series – Don Byas Et Ses Rythmes – L’Inimitable 10’LP MGN 12 (1952)

  1. Anonymous

    9 de abril de 2010 at 1:07 AM

     
  2. Buns O'Plenty

    9 de abril de 2010 at 5:28 AM

    great blog!

     
  3. APÓSTOLO

    10 de abril de 2010 at 1:01 PM

    MAURO:Belo resgate, com um senhor tenorista, dono de fecundo trabalho de difusão do JAZZ e de suculenta discografia, felizmente para todos nós.Resenha perfeita !

     
  4. Érico Cordeiro

    10 de abril de 2010 at 2:09 PM

    Mestre Mauro,O Museólogo do Jazz faz justiça a um dos músicos mais influentes de todos os tempos. A galera do Minton's era vidrada nele, cuja sonoridade antecipava o bebop.Não haveria Charlie Parker, Sonny Stitt, Lucky Thompson, Stanley Turrentine e uma infinidade de outros sem Byas.Menos mal que ele pôde desfrutar de grande reconhecimento, mesmo longe da terra natal.Belas faixas postadas, em especial Laura!Abração!

     
  5. HotBeatJazz

    10 de abril de 2010 at 2:11 PM

    Apóstolo,Byas era um modernista, na melhor acepção da palavra. Um músico extraordinário, que teve uma influência muito maior do que a que lhe é normalmente atribuída.Obrigado e abraços

     
  6. HotBeatJazz

    10 de abril de 2010 at 2:12 PM

    Buns,thanks, the yours is a great one too

     
  7. HotBeatJazz

    10 de abril de 2010 at 2:34 PM

    Mr. Érico,Byas era o cara! enquanto eu respondia ao querido Apóstolo, vc simultaneamente falava o mesmo que eu. Que sintonia hein amigo?Abração e obrigado pela visita

     
  8. Anonymous

    10 de abril de 2010 at 8:20 PM

    Acredito que ja disseram Tudosobre mais esse excelente post…Obrigada Mauro.. boa música é sempre um santo remedio!Valeu esperar uns dias. Adorei! Como sempre.bjs.·.¸.¤….¤.¸.·

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: