RSS

Arquivo da categoria: Aloysio Neves

Júlio Bittencourt Trio – Carnaval Moderno (2005) (Repost)

Providencial para as festas de Momo a repostagem deste maravilhoso álbum de tradicionais marchinhas de carnaval tocadas em jazz de primeira. Curtam um carnaval diferente!!
“Carnaval Moderno” foi o segundo cd gravado pelo Júlio Bittencourt Trio, com sessões de gravação realizadas em outubro de 2004 no IMB Studio em Cruzeiro-SP e fevereiro de 2005 no Studios Trilha no Rio de Janeiro. “Carnaval Moderno” é um trabalho conceitual, com o repertório composto por conhecidas marchas de carnaval, temas obrigatórios em qualquer baile de carnaval em todo o país. Tal conceito poderá sugerir uma opção ligada a um formato mais popular, tal sugestão, porém, desaparece já nos primeiros compassos de “O Teu Cabelo” de Lamartine Babo. A melodia está ali, sem dúvida, porém nunca de forma explícita ou óbvia. Uma tônica em todo o cd é a variedade de grooves e uma abordagem sempre original nas melodias e harmonias dos temas. O trio contou com a participação especial de três convidados: o percussionista Pernambuco em duas faixas, o saxofonista Aloysio Neves também em duas e o violonista Antonio Mello em “Tristeza” de Haroldo Lobo e Miltinho. A leitura do trio para “Jardineira” de Benedito Lacerda é um primor em harmonização e dinâmica, mesmo caso do “Bandeira Branca” de Laércio Alves. O “Ta-hi”, de Joubert de Carvalho, é apresentada em quinteto com o JBT acrescidos de Aloysio Neves e Pernambuco, o tema é apresentado sobre uma levada free precedida por uma introdução em maracatú. Em todas as músicas fica evidente o entrosamento que o Júlio Bittencourt Trio adquiriu, assim como a categoria de músicos especiais a que eles pertencem. Luciano é já um mestre nas harmonias e B.J. e Júlio Bittencourt uma das melhores cozinhas que tive o privilégio de ver e ouvir tocar no cenário jazz brasileiro.

“Carnaval Moderno” é um projeto corajoso e vitorioso nas propostas musicais, fugindo sempre do clichê, arriscando musicalmente e recusando os caminhos mais fáceis, já amplamente pavimentados.

Júlio Bittencourt (d); Luciano Bittencourt (g); Benjamin “BJ” Bentes (b); Antônio Pernambuco (perc); Aloysio Neves (sax); Antonio Mello (ac g)
Gravado nos estúdios Trilha, Rio de Janeiro – Fev. 2005 e IMB Studios, Cruzeiro-SP – Nov. 2004.
1- Vinheta Intro
2- O Teu cabelo ( L. Babo – I. Valença)
3- Lata D’água (L. Antonio – J. Junior)
4- Solo Luciano Bittencourt
5- Jardineira (B. Lacerda – H. Porto)
6- Tristeza (H. Lobo – Niltinho)
7- Bandeira Branca ( L. Alves)
8- Ta-hi (J. de Carvalho)
9- Canção de Cruzeiro (C. Federici)
10- Marcha do Remador ( A. de Almeida)
11- Vinheta Final
12- Danielle (L. Bittencourt) Bonus*

OBS: Publicação inédita na blogsfera.

Anúncios
 

Júlio Bittencourt Trio – Carnaval Moderno Séc. XXI (2005)

“Carnaval Moderno” foi o segundo cd gravado pelo Júlio Bittencourt Trio, com sessões de gravação realizadas em outubro de 2004 no IMB Studio em Cruzeiro-SP e fevereiro de 2005 no Studios Trilha no Rio de Janeiro. “Carnaval Moderno” é um trabalho conceitual, com o repertório composto por conhecidas marchas de carnaval, temas obrigatórios em qualquer baile de carnaval em todo o país. Tal conceito poderá sugerir uma opção ligada a um formato mais popular, tal sugestão, porém, desaparece já nos primeiros compassos de “O Teu Cabelo” de Lamartine Babo. A melodia está ali, sem dúvida, porém nunca de forma explícita ou óbvia. Uma tônica em todo o cd é a variedade de grooves e uma abordagem sempre original nas melodias e harmonias dos temas. O trio contou com a participação especial de três convidados: o percussionista Pernambuco em duas faixas, o saxofonista Aloysio Neves também em duas e o violonista Antonio Mello em “Tristeza” de Haroldo Lobo e Miltinho. A leitura do trio para “Jardineira” de Benedito Lacerda é um primor em harmonização e dinâmica, mesmo caso do “Bandeira Branca” de Laércio Alves. O “Ta-hi”, de Joubert de Carvalho, é apresentada em quinteto com o JBT acrescidos de Aloysio Neves e Pernambuco, o tema é apresentado sobre uma levada free precedida por uma introdução em maracatú. Em todas as músicas fica evidente o entrosamento que o Júlio Bittencourt Trio adquiriu, assim como a categoria de músicos especiais a que eles pertencem. Luciano é já um mestre nas harmonias e B.J. e Júlio Bittencourt uma das melhores cozinhas que tive o privilégio de ver e ouvir tocar no cenário jazz brasileiro.

“Carnaval Moderno” é um projeto corajoso e vitorioso nas propostas musicais, fugindo sempre do clichê, arriscando musicalmente e recusando os caminhos mais fáceis porém já amplamente pavimentados.

Júlio Bittencourt (d); Luciano Bittencourt (g); Benjamin “BJ” Bentes (b); Antônio Pernambuco (perc); Aloysio Neves (sax); Antonio Mello (ac g)
Gravado nos estúdios Trilha, Rio de Janeiro – Fev. 2005 e IMB Studios, Cruzeiro-SP – Nov. 2004.
1- Vinheta Intro
2- O Teu cabelo ( L. Babo – I. Valença)
3- Lata D’água (L. Antonio – J. Junior)
4- Solo Luciano Bittencourt
5- Jardineira (B. Lacerda – H. Porto)
6- Tristeza (H. Lobo – Niltinho)
7- Bandeira Branca ( L. Alves)
8- Ta-hi (J. de Carvalho)
9- Canção de Cruzeiro (C. Federici)
10- Marcha do Remador ( A. de Almeida)
11- Vinheta Final
12- Danielle (L. Bittencourt) Bonus*

Hot Beat Jazz