RSS

Arquivo da categoria: Claude Williamson

HotBeatJazz 10′ Series – Bud Shank – And Three Trombones 10’LP PJLP-14 (1954)

Bud Shank dividiu, nos anos 50, com Art Pepper a preferência entre os apreciadores do west-coast jazz no saxofone alto. Herb Geller e Lennie Niehaus também tinham seus adeptos, porém Shank e Pepper se tornaram a referência no instrumento para aqueles que apreciavam o movimentado cenário jazzístico oriundo da Califórnia. Tanto que na eleição da revista Down Beat em 1954, Shank foi eleito New Star no saxofone alto, desbancando seus colegas da Califórnia e os inúmeros altoístas em atividade na costa leste, a maior vitrine do jazz do período.

 

Neste mesmo ano de 1954, Shank gravou um álbum muito especial para a gravadora Pacific Jazz, Bud Shank And Three Trombones, disco que contou com os arranjos e composições do saxofonista Bob Cooper e as participações de três exímios trombonistas da costa oeste: Bob Enevoldsen, Stu Williamson e uma das raras oportunidades de se ouvir o conhecido trompetista canadense Maynard Ferguson atuando no trombone valvulado. A seção rítmica trazia o excelente pianista Claude Williamson e os super requisitados Joe Mondragon no contrabaixo e Shelly Manne na bateria. Às composições e os arranjos de Bob Cooper foram incluídas duas baladas do repertório popular americano: Little Girl Blue e You Don’t Know What Love Is. Cooper construiu ricas harmonias executadas pelos trombones que produzem um contraste de timbres ao saxofone alto do líder, um legítimo Parkeriano por excelência. Wailing Vessel tornou-se um clássico do west-coast, sendo revisitado por Shank em vários álbuns posteriores. Valve In Head é uma aula de arranjo ofertada por Bob Cooper e um tema de suingue contagiante. Shank produz um solo incendiário culminando em um break apoiado pela bateria sutil e melódica de Shelly Manne, de atuação destacada na faixa. Joe Mondragon inicia Cool Fool com um elegante walkin’ bass, com Shank e os trombones valorizando a escrita do arranjador. Mobile foi outro tema muito revisitado nas gravações da west-coast. Manne e Claude Williamson iniciam Baby’s Birthday Party, um tema repleto de cores tonais e de atmosfera típica do jazz da Califórnia.

 

Bud Shank And Three Trombones é um dos pontos altos do jazz da Califórnia e da discografia deste virtuose do saxofone alto.

 

Bud Shank (as); Bob Enevoldsen (tb); Maynard Ferguson (valv tb); Stu Williamson (tb); Claude Williamson (p); Joe Mondragon (b); Shelly Manne (d); Bob Cooper (arr)
Recorded in Hollywood, April and June 1954

 

1- Valve In Head
2- Cool Fool
3- Little Girl Blue
4- Mobile
5- Wailing Vessel
6- Baby’s Birthday Party
7- You Don’t Know What Love Is
8- Sing Something Simple

 

 http://ouo.io/k0HXi

 

HotBeatJazz 10′ Series – Art Pepper Quintet – 10′ LP DL3023 (1954)

O saxofonista Art Pepper nasceu em 1925, na California, e já na metade da década de 40 era um músico de estilo formado e cobiçado por algumas orquestras que atuavam na costa oeste como as de Benny Carter e Stan Kenton. Foi atuando com Kenton que Pepper entrou pela primeira vez em estúdio, aos 18 anos de idade, para gravar Harlem Folk Dance, em 1943. Por esta época seu toque sofria a influência do saxofonista Lee Konitz, até que ao final da década o fraseado de Charlie Parker o havia arrebatado de forma avassaladora. Nos anos 50 e 60, Pepper manteve uma carreira muito irregular em decorrência de sucessivas prisões e internações em clínicas para dependentes em narcóticos. Não obstante, foi considerado como o mais importante sax alto do jazz west coast, dividindo esse posto com o também exímio Bud Shank. Nos anos 60 a influência de John Coltrane apareceu na música de Pepper, tendo inclusive adotado o sax tenor em algumas ocasiões. Foi também um exímio clarinetista, tendo ajudado muito a recolocar este instrumento de volta a um lugar de destaque no bebop juntamente com Buddy De Franco.

 

Em 1954, Pepper gravou um 10 polegadas liderando um quinteto para a pequena gravadora Discovery. Na linha de frente o saxofonista tenor Jack Montrose, o pianista Claude Williamson, e uma das seções rítmicas mais solicitadas da west-coast: o contrabaixista Monty Budwig, e os bateristas Larry Bunker e Paul Ballerina se revezando em metade dos oito temas. Art Pepper mostra não somente seu imenso talento como intérprete mas também sua enorme capacidade de compositor em quatro temas originais: Thyme Time, Cinnamon, Nutmeg e Art’s Oregano. Quatro standards completam o repertório, com destaque para as belíssimas execuções das baladas Deep Purple, What’s New e The Way You Look Tonight. A suingante Straight Life encerra o repertório de alto nível deste LP.

 

Vale destacar a oportunidade de se ouvir o excelente sax tenor de Jack Montrose, um músico repleto de talentos, tanto como instrumentista, compositor e arranjador. O toque de Montrose se alinha com a sonoridade do mestre maior, Lester Young. O piano de Claude Williamson também é digno de especial atenção com importantes contribuições a música do grupo.

 

Uma, muito bem escrita, biografia de Art Pepper pode ser encontrada no blog Jazz + Bossa + Baratos Outros, de autoria de Érico Cordeiro.
Art Pepper (as) Jack Montrose (ts) Claude Williamson (p) Monty Budwig (b) Paul Ballerina (d) Larry Bunker (d)*
Los Angeles, CA, August 25, 1954

 

1- Thyme Time*
2- Cinnamon
3- Nutmeg
4- Art’s Oregano*
5- Deep Purple
6- What’s New
7- Straight Life*
8- The Way You Look Tonight*