RSS

Arquivo da categoria: Dom Salvador

Victor Assis Brasil – Toca Antonio Carlos Jobim (1970)

Está aqui um álbum que reúne dois gênios. Isso mesmo! Não é figurinha de retórica não! O gênio composicional de Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim – o Tomzinho, e o gênio do sax alto Victos Assis Brasil. Precisa dizer mais alguma coisa? Ah…precisa sim. Neste álbum Victor se faz acompanhar por caras do calibre de um Hélio Delmiro, de um Dom Salvador, e dois Edisons geniais: o Lobo e o Machado. No mais, qualquer texto que eu colocar aqui com a tentativa de discorrer sobre o que você vai escutar será infame, incompleto, pequeno, desnecessário, pretencioso, e dispendioso de seu tempo que deve ser dedicado a ouvir esse tesouro. Tenho dito!
Victor Assis Brasil – sax alto, sax soprano; Dom Salvador – piano; Hélio Delmiro – guitarra; Edson Lobo – baixo; Edison Machado – bateria
1- Wave
2- Só tinha de ser com você
3- Bonita
4- Dindi
5- Quartiniana
Anúncios
 

Dom Salvador – Duduka Fonseca – Rogério Botter Maio – Transition (1998)

“Transition” foi gravado em 1997 por um trio formado por Dom Salvador ao piano, pelo baterista Duduka Fonseca e o contrabaixista Rogério Botter Maio. Todos os músicos fazem parte da nata do samba jazz na área de NYC e desenvolveram trabalho regular, atingindo uma alta interação do grupo. No repertório clássicos da música brasileira como “Ana Luiza” de Tom Jobim, standards como “Stela By Starlight” e “The Song Is You”; e temas originais do trio. Como pianista, Dom Salvador fala de igual para igual com qualquer grande do jazz, como McCoy Tyner ou Keith Jarret. Duduka e Rogério são uma unidade rítmica afinadíssima tanto no straight-ahead como no samba-jazz. “Transition” é uma grande e especial oportunidade para tomar contato com a arte rara de Dom Salvador.
Dom Salvador (p); Rogerio Botter Maio (b); Duduka Fonseca (d).
Gravado no KStudio, Brooklin, New York, Outubro 1997.
1- Bahia Com H
2- Azul Contente
3- Alfie
4- Piano Vignette
5- Stella By Starlight
6- Ana Luiza
7- The Song is You
8- Toada
9- Bass Vignette
10- 1984
11- Drums Vignette

 
1 comentário

Publicado por em 14 de março de 2009 em Dom Salvador, duduka fonseca, Rogério Botter Maio

 

Charlie Rouse Band – Cinnamon Flower (1977)

“Cinnamon Flower” é uma declaração de amor a música brasileira feita pelo saxofonista Charlie Rouse, o fiel escudeiro de Thelonious Monk durante os anos 60 no célebre e influente quarteto do pianista. Apreciador da música de Pindorama desde o início da década de 60, mais precisamente 1961, quando repercutiu em NYC a bossa-nova, atravéz de músicos que estiveram no Rio e em São Paulo tocando no American Jazz Festival, promovido pelo departamento de estado americano. Neste álbum, ainda da era do vinyl, gravado em 1977, Rouse traz a nata dos músicos brasileiros que na época estavam fixados na área de NYC: O antológico pianista Dom Salvador, atuando como diretor musical do grupo; o trompetista Cláudio Roditi e o baterista Portinho. O restante do grupo é formado por craques do jazz e do latin-jazz como Ron Carter, Albert Dailey, Wayman Reid, Ted Dunbar e Carlos Martinez. Nos arranjos sente-se a mão de mestre de Dom Salvador, com tintas que nos arremetem a Banda Abolição e a sucessora Black Rio.
Um álbum clássico da bela simbiose entre jazz e música brasileira.
Charlie Rouse (ts), Dom Salvador (p), Albert Dailey (el-p), Richard Powell (syn), Ron Carter (b), Wilbur Bascomb, Jr. (el-b), Wayman Reid, Claudio Roditi (tp), Lou Orensteen (fl), George Davis, Ted Dunbar (g), Amauri Tristao (acG/per), Ulysses Kirksey, Jesse Levy (cel), Bernard “Pretty” Purdie (d), Portinho, Steve Thornton (per, d), Carlos Martinez (cga)

http://ouo.io/03IjtZ