RSS

Arquivo da categoria: Harry Babasin

HotBeatJazz 10′ Series – Laurindo Almeida Quartet featuring Bud Shank – 10’LP PJLP 7 (1953)

Laurindo José de Araújo Almeida Nóbrega Neto, ou simplesmente Laurindo Almeida, nasceu em 2 de setembro de 1917, em Miracatú, no litoral do estado de São Paulo. Foi um dos quinze filhos de um ferroviário e de uma simples dona de casa. Seu pai era um aficcionado pelas serestas e sua mãe se atrevia a bater uns acordes no piano. Foi neste ambiente que Laurindo aprendeu os primeiros rudimentos musicais, porém aos vinte anos já era um exímio violonista. Em 1936, iniciou sua carreira profissional tocando a bordo de um navio de cruzeiro e dois anos depois tentava a sorte no Rio de Janeiro, onde, depois de passar por algumas dificuldades, seria contratado pela Rádio Mayrink Veiga. Trabalhando na rádio teve a oportunidade de tocar com grandes nomes da música brasileira, formou um duo com o também exímio violonista Garoto, e atuou como solista em peças regidas por Heitor Villa-Lobos e Radamés Gnattali.

 

Em 1947, os rumos de sua vida mudam radicalmente quando contratado como integrante do grupo de Carmen Miranda, embarca para os Estados Unidos. Em 49, é contratado como músico da orquestra de Stan Kenton, onde passa a ser um dos solistas mais originais que a orquestra apresentava. É desta época sua amizade com o colega da banda de Kenton, grande flautista-saxofonista Bud Shank, uma associação que perduraria por mais de 35 anos, tendo seu ponto alto no combo L.A. Four, formado por ambos e acrescido do célebre contrabaixista Ray Brown e do baterista Shelly Manne, depois substituído por Jeff Hamilton, chegaram a gravar 9 álbuns.

 

Laurindo Almeida Quartet, gravado em 1953, foi a primeira associação dos dois em disco, e marca o início do grande interesse que o saxofonista teria pela música popular brasileira. Para muitos pesquisadores e críticos, esta gravação é uma espécie de gênese embrionária da futura Bossa-Nova, opinião de que pessoalmente não compartilho. Inegável é o fato de ter sido Laurindo, o primeiro instrumentista de reconhecido talento a divulgar a capacidade instrumental da música do Brasil no exterior. Ele abriu as portas do caminho que seria seguido mais tarde por nomes como: Luis Bonfá, Sérgio Mendes, Baden Powell, Tom Jobim, João Donato, e mais uma legião de músicos brasileiros.

 

No repertório do álbum, 4 músicas brasileiras como: Baião, de Luis Gonzaga; Carinhoso, de Pixinguinha; Nonô, de Garôto; e Tocata, escrita especialmente para esta gravação por Radamés Gnattali. Noctambulism, foi composta pelo contrabaixista do quarteto, Harry Babasin; e Hazardous, é de autoria de Dick Hazard. O baterista-percussionista Roy Harte completa o quarteto.

 

A carreira de Laurindo Almeida foi coroada de sucessos, em 63 gravou com o Modern Jazz Quartet um excelente álbum, ganhou seis Prêmios Grammy, compôs e arranjou para mais de 800 produções, incluindo aí uns tantos filmes para Hollywood. Laurindo faleceu em Los Angeles, em 26 de julho de 1995.
Laurindo Almeida (g); Bud Shank (as); Harry Babasin (b); Roy Harte (d)

 

1- Blue baião
2- Cariñoso
3- Nono
4- Hazardous
5- Noctambulism
6- Tocata
Anúncios