RSS

Arquivo da categoria: Helio Alves

Claudio Roditi – Brazilliance X 4 (2009)

A bagagem e o currículo do trompetista Claudio Roditi necessita de um imenso container, grande o suficiente para acompanhá-lo por todo o planeta em suas incasáveis apresentações como um dos mais importantes músicos de jazz da atualidade. Desde que este carioca da safra de 46 deixou a cidade maravilhosa para buscar aperfeiçoamento de sua formação musical na Berklee School of Music, em Boston, vem sendo considerado uma das mais proeminentes vozes do trompete no jazz contemporâneo. Figurinha carimbada nas famosas jams do Bêco das Garrafas na década de 60, onde ao lado dos mais importantes instrumentistas brasileiros, ajudou a forjar o samba-jazz, estilo apreciado e reverenciado em todo o mundo. Mudou-se para New York em 76 e foi apadrinhado por ninguem menos do que Dizzy Gillespie, a maior autoridade do trompete jazz. Tocou com os maiores nomes do jazz em atividade, numa lista infindável da qual podemos pinçar Herbie Mann, Paquito D’Rivera, Dizzy, Charlie Rouse, McCoy Tyner, Slide Hampton, Horace Silver, Joe Henderson, Arturo Sandoval, além dos inúmeros músicos brasileiros radicados na Big Apple. Passeando com igual competência e talento pelo jazz straight-ahead, pelo latin-jazz e pelo samba-jazz, Roditi já tem lançados em seu nome algumas dezenas de álbuns além de outras tantas em participações em trabalhos alheios.
Em “Brazilliance X 4” Roditi aparece à frente de um quarteto formado pelos brasileiros Helio Alves ao piano, Leonardo Cioglia ao contrabaixo e o decano da bateria Duduka da Fonseca. A tônica do disco é o samba-jazz, com composições do próprio Roditi, de seu inseparável parceiro dos anos 60 e 70 Victor Assis Brasil, dos pré-bossa nova Johnny Alf, João Donato e Durval Ferreira, e do amigo e companheiro Raul de Souza. Há ainda uma leitura à la Beco das Garrafas para “Tune Up”, de Miles Davis. O álbum é todo impecável, como não poderia deixar de ser em se tratando de músicos de gabarito reconhecido. O pianista Hélio Alves se destaca no mesmo nível do líder, com improvisações maravilhosas em fraseado e suíngue. Duduka e Leonardo provém uma pulsação forte e contagiante em todas as faixas, fazendo com que nosso esqueleto se recuse a ficar parado. Das 10 faixas de “Brazilliance x4”, oito são gravadas em estúdio, “Tema pra Duduka” e “Gemini Man” são ao vivo, onde os solos tendem a se extender para deleite daqueles felizardos que se derem ao trabalho de apreciar mais este impecável álbum do mestre Claudio Roditi.
Claudio Roditi (tp); Helio Alves (p); Leonardo Cioglia (b); Duduka da Fonseca (d)
1- Pro Zeca (Victor Assis Brasil)
2- E Nada Mais (Durval Ferreira – Luiz Fernando Freire)
3- A Vontade Mesmo (Raul de Souza)
4- Tune Up (Miles Davis)
5- Rapaz de Bem (Johnny Alf)
6- Dinner by Five (Claudio Roditi)
7- Song for Nana (Claudio Roditi)
8- Tema Para Duduka (Claudio Roditi)
9- Quem Diz Que Sabe (João Donato – Paulo Sérgio Valle)
10- Gemini Man (Claudio Roditi)