RSS

Arquivo da categoria: jackie mclean

HotBeatJazz 10′ Series – Miles Davis – The New Sounds 10’LP PRLP 124 (1951)

Após os anos com Charlie Parker, as experiências com o nometo do Birth of the Cool, a depressão e busca em se livrar da heroína, 1951 via um Miles Davis recomeçando sua vida. Musicalmente estava mais solto, sem a timidez dos tempos de bebop com Bird e menos formalizado como com o noneto. Miles estava trabalhando em clubes com um sexteto formado por jovens do Harlen como: Sonny Rollins, o saxofonista alto Jackie McLean e o pianista Walter Bishop Jr. – Tommy Potter no contrabaixo e Art Blakey na bateria, proviam o sexteto de segurança e groove impecáveis. Foi agendada uma sessão para a Prestige, que aconteceu em 5 de outubro de 1951, em NYC, nos estúdios Apex.

 

Em Conception, tema composto por Miles, ele mostra o músico visionário de sempre. O tema, de harmonia sinuosa, já preconizava o período do modalismo do final da década.

 

My Old Flame é apresentada em quinteto, com Miles mostrando o habitual lirismo nas baladas, Sonny Rollins contribui com uma improvização que deixa clara a influência que ele sofria na época de Lester Young.

 

Dig, é um típico bebop, com Rollins construindo a ponte que liga Lester Young a Dexter Gordon em seu solo. Miles evita o discurso rápido, priorizando a beleza melódica de toda sua improvização. Blakey é uma usina de beats que impulsiona um jovem McLean aterrorizado pelo mau humor do líder. Se sai muito bem para um garoto posto à prova com leões.

 

It’s Only A Paper Moon encerra o álbum com Miles e Rollins produzindo impros inspiradas. Miles suingante e de fraseado de extrema beleza melódica. Rollins, em seu estilo inicial, mostra o quanto bebeu das velhas fontes do instrumento no jazz. Lester, Ben Webster, Chu Berry, Hawkins.

 

Os novos sons de Miles Davis em 1951 tornaram-se clássicos imortais na história do desenvolvimento do jazz.
Miles Davis (tp) Jackie McLean (as) Sonny Rollins (ts) Walter Bishop Jr. (p) Tommy Potter (b) Art Blakey (d)
Apex Studios, NYC, October 5, 1951

 

1- Conception
2- My old flame
3- Dig
4- It’s Only A Paper
Anúncios
 

Donald Byrd Quintet – Byrd In Flight (1960)

“Byrd in Flight” é o resultado de três sessões nos estúdios de Rudy van Gelder, duas datas em janeiro de 1960 e uma data em julho do mesmo ano. Nas datas de janeiro ouvimos Hank Mobley no sax tenor e Doug Watkins no contrabaixo, em julho o sax alto de Jackie McLean e o contrabaixista Reggie Workman substituíam os primeiros. Grandes sessões, de onde saíram clássicos do repertório de jazz moderno como “Ghana”, “Gate City” e “My Girl Shirl”.

Donald Byrd (tp) Hank Mobley (ts) Duke Pearson (p) Doug Watkins (b) Lex Humphries (d)
Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, January 17, 1960
Gate City, Soulful Kiddy

Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, January 25, 1960
Ghana, Lex, Child Play, Carol

 

Donald Byrd (tp) Jackie McLean (as -2,3) Duke Pearson (p) Reggie Workman (b) Lex Humphries (d) Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, July 10, 1960
Little Boy Blue, Bo, My Girl Shirl

1. Ghana
2. Little Boy Blue
3. Gate City
4. Lex
5. Bo
6. My Girl Shirl
7. Child’s Play
8. Carol
9. Soulful Kiddy

 

Hot Beat Jazz

 

Donald Byrd Quintet – Fuego (1959)

Começamos com “Fuego” uma série de álbuns fundamentais do trompetista Donald Byrd no selo Blue Note. No álbum inteiro Byrd toca o pocket trumpet, o que torna um ítem único na extensa discografia do trompetista. O quinteto é completado por Jackie McLean no sax alto; Duke Pearson no piano; Doug Watkins no contrabaixo e Lex humphries na bateria. Sessão típica de hardbop e cercanias; blues, funk e latin-jazz fazem parte do caldo.
Donald Byrd (pocket tp) Jackie McLean (as) Duke Pearson (p) Doug Watkins (b) Lex Humphries (d) Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, October 4, 1959
1. Fuego
2. Bup A Loup
3. Funky Mama
4. Low Life
5. Lament
6. Amen

 

http://ouo.io/V0f55D

 

Art Taylor – Taylor’s Wailers (1957)

Art Taylor foi um dos principais bateristas do hardbop ao lado de Art Blakey e Louis Hayes. Em Taylor’s Wailers um sexteto com expoentes do gênero interpretam temas originais, duas pérolas da pena de Thelonious Monk – Off Minors e Well You Needn’t – e uma de Jimmy Heath – C.T.A. que é apresentada por um quarteto com a presença de John Coltrane. O álbum é um dos pontos altos das sessões organizadas pela Prestige em 1957, um ano especialmente prolífico em grandes gravações.
Donald Byrd – (trumpet); *John Coltrane – (tenor sax); Jackie McLean – (alto sax); Charlie Rouse – (tenor sax); Ray Bryant – (piano); *Red Garland – (piano); Wendell Marshall – (bass); *Paul Chambers – (bass); Art Taylor – (drums)
Recorded by Rudy Van Gelder at the Van Gelder Studio, Hackensack, New Jersey, February 25 and March 22, 1957
1. Batland
2. C.T.A. *
3. Exhibit A
4. Cubano Chant
5. Off Minor
6. Well, You Needn’t
 

Miles Davis Sextet – Dig with Sonny Rollins (1951)

Em 1950 Miles havia passado por momentos muito dificeis em luta contra a heroína, alguns meses isolado na casa de seu pai foram cruciais para que ele tentasse reorganizar sua vida e desse continuidade a sua carreira. Em 49 ele havia concluído o trabalho com Gil Evans, o lendário álbum Birth of the Cool, e desde então tentava alçar voo como líder de combo. O contrato com a Prestige não era vantajoso financeiramente mas foi importante para que Miles pudesse começar a buscar o formato que atingiria o ápice em 55 com seu quinteto com, o então novato e surpreendente, John Coltrane. Dig faz parte desse período no qual vários músicos e formações foram utilizados até que ele achasse o seu caminho das pedras. Iniciantes como Sonny Rollins e Jackie McLean foram muito importantes na música produzida pelo trompetista e veteranos como Tommy Potter e Art Blakey garantiram a segurança necessária para os voos líricos de Miles. Dig, apesar de pouco badalado em sua discografia, é pedra fundamental no que o gênio nos reservaria no futuro.
Miles Davis (tp) Jackie McLean (as) Sonny Rollins (ts) Walter Bishop Jr. (p) Tommy Potter (b) Art Blakey (d) Apex Studios, NYC, October 5, 1951
01 – Dig
02 – It’s Only a Paper Moon
03 – Denial
04 – Bluing
05 – Out Of The Blue
06 – Conception
07 – My Old Flame