RSS

Arquivo da categoria: Philippe Aerts

Bert Joris Quartet – Magone (2007)

Bert Joris nasceu em Antuérpia, Bélgica, em 1957, e desde que começou a se dedicar ao trompete, aos 14 anos, não parou mais de desenvolver-se no instrumento e hoje destaca-se como um dos músicos europeus mais requisitados no cenário jazzístico. Em 1978, Bert ingressou na “BRT Radio Jazz Orchestra” como solista e compositor de raro talento, tendo permanecido na banda até 1987. Gravou com seu quarteto pela primeira vez em 1986 e neste mesmo ano Joe Lovano o convidou, juntamente com o quarteto, para participar de uma tournê na qual gravariam o álbum “Solid Steps”. Durante este período excursionou e gravou com a “Joe Haider/Mel Lewis Orchestra”. Desde 1992 tem percorrido o mundo apresentando-se ao lado do guitarrista Philip Catherine e, em 1999, o pianista Enrico Pieranunzi o convidou para participar de seu quinteto. Apresentou-se com vários combos como: “Michel Herr European Quintet”, “Philippe Aerts quartet”, “Amsterdam Jazz5tet”,Jesse Van Ruller, Joe Haider, Wolfgang Haffner, Rob van Bavel, Lew Tabakin, Mel Lewis, Jimmy Cobb, Hein van de Gein, e Marc Moulin entre outros. Em 1996, foi agraciado com o prestigiado prêmio “DJANGO D’OR”. Tem trabalhado como líder da Brussels Jazz Orchestra, onde atua como principal solista e compositor, além de ter produzido cinco álbuns da orquestra. Em 2008, foi solista convidado da “Vanguard Jazz Orchestra”, atuando no famoso clube “Village Vanguard”, em NYC.
“Magone” é o mais recente trabalho a frente de seu quarteto, formado pelo fabuloso Dado Moroni ao piano, Philippe Aerts no contrabaixo e Dré Pallemaerts na bateria. O repertório é quase que inteiramente composto por originais de Bert, exceção do standard “I fall in love too easily”, onde pode-se notar a influência de Art Farmer no timbre e fraseado lúcido e preciso do músico.
Bert Joris é um nome no qual se deve dedicar atenção especial, um instrumentista e compositor de mão cheia, que mantém viva a chama do hardbop em tempos de muitas funkeadas desnecessárias.

 

Bert Joris (tp, fgh); Dado Moroni (p); Philippe Aerts (b); Dré Pallemaerts (d).
Recorded January 2007

 

1- Mr Dodo
2- Magone
3- Triple
4- Anna
5- King Kombo
6- The mighty bobcat
7- I fall in love too easily
8- Signes & signatures
9- To Philip
10- Alone at last
11- Benoit (live)

 

http://ouo.io/2qv1Y1

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 24 de fevereiro de 2010 em Bert Joris, Dado Moroni, Dré Pallemaerts, Philippe Aerts