RSS

Arquivo da categoria: reggie workman

Donald Byrd Quintet – Byrd In Flight (1960)

“Byrd in Flight” é o resultado de três sessões nos estúdios de Rudy van Gelder, duas datas em janeiro de 1960 e uma data em julho do mesmo ano. Nas datas de janeiro ouvimos Hank Mobley no sax tenor e Doug Watkins no contrabaixo, em julho o sax alto de Jackie McLean e o contrabaixista Reggie Workman substituíam os primeiros. Grandes sessões, de onde saíram clássicos do repertório de jazz moderno como “Ghana”, “Gate City” e “My Girl Shirl”.

Donald Byrd (tp) Hank Mobley (ts) Duke Pearson (p) Doug Watkins (b) Lex Humphries (d)
Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, January 17, 1960
Gate City, Soulful Kiddy

Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, January 25, 1960
Ghana, Lex, Child Play, Carol

 

Donald Byrd (tp) Jackie McLean (as -2,3) Duke Pearson (p) Reggie Workman (b) Lex Humphries (d) Rudy Van Gelder Studio, Englewood Cliffs, NJ, July 10, 1960
Little Boy Blue, Bo, My Girl Shirl

1. Ghana
2. Little Boy Blue
3. Gate City
4. Lex
5. Bo
6. My Girl Shirl
7. Child’s Play
8. Carol
9. Soulful Kiddy

 

Hot Beat Jazz

 

John Coltrane Septet – Olé Coltrane (1961)

“Olé Coltrane” foi gravado em 1961 e foi o último álbum do saxofonista para a Atlantic, dois dias antes já com contrato com sua nova gravadora, a Impulse, Coltrane estava nos estúdios de Rudy Van Gelder gravando o seminal “Africa/Brass” com uma formação de orquestra. No dia 25 de maio de 1961 ele estava no A&R Studios em NYC, a frente de um hepteto completando seu contrato com Ahmed Ertegun. “Olé Coltrane”, com apenas 3 faixas na versão original em LP, trouxe ao público composições que figurariam entre as mais importantes da obra do gênio: “Dahomey Dance” e a belíssima “Aisha”. A faixa título, de estrutura ambiciosa, ocupava todo o lado A do LP e na posterior versão em CD uma balada sem título, depois batizada de “To Her Ladyship”, foi incluída. Coltrane se apresenta com seu quarteto habitual acrescido dos fenomenais Eric Dolphy, Freddie Hubbard e de um segundo contrabaixista, Art Davis. O álbum é um ítem indispensável a qualquer discoteca de jazz e fundamental para o conhecimento com propriedade da obra do gênio.
Freddie Hubbard (tp) John Coltrane (ss, ts) Eric Dolphy (as, fl) McCoy Tyner (p) Art Davis (b -1,2,4) Reggie Workman (b -1/3) Elvin Jones (d)
A&R Studios, NYC, May 25, 1961
1- Olé (Coltrane)
2- Dahomey Dance (Coltrane)
3- Aisha (Coltrane, Tyner)
4- To Her Ladyship (Frazier)